Foto da materia do caso de sucesso rosto.

Poliana

ARCOS, MG

  • peso inicial: 77,0kg
  • peso atual: 62,0kg
  • emagreceu: 15,0kg*
emagreça você também
> Entenda como funciona

*Os resultados do emagrecimento podem variar de pessoa para pessoa.

Foto da materia do caso de sucesso corpointeiro.

"O importante é estar preparado e saber que os obstáculos virão, mas que teremos forças e maturidade para enfrentá-los sem desespero"

Veja o que Poliana fez para emagrecer 15,0 Kg

Aos 14 anos, fase em que as garotas costumam ficar mais vaidosas e se preocupar com a aparência, Poliana Myriam Felipe Rodrigues de Santana começou o seu primeiro regime. "Fiz uma dieta à base de legumes, verduras, frutas e carne branca e emagreci antes de completar 15 anos". Ela ficou com um peso saudável, entre 58 e 60 kg, e se manteve vigilante até os 22 anos, controlando rigorosamente o peso e voltando a recorrer à dieta quando o peso extrapolava.
Quando completou 22 anos, Poliana ingressou na carreira militar e, com a carga pesada de exercícios, emagreceu ainda mais, chegando a pesar 52 kg. Depois do seu corpo se acostumar aos exercícios rotineiros, o peso se estabilizou em 56 kg. Nesse meio tempo, ela se tornou uma corredora amadora, o que a ajudou na manutenção do peso.

antes

1 de 3

  • Foto da materia do caso de sucesso antes.
  • Foto da materia do caso de sucesso antes.
  • Foto da materia do caso de sucesso antes.

Mas em 2005, ela engordou bruscamente e atingiu os 62 kg, sem que houvesse qualquer mudança em sua rotina alimentar ou de exercícios. Foi quando, após procurar um médico, veio o diagnóstico: estava com hipotireoidismo. Desde então, uma luta contra a balança começou. "Com o tratamento para o distúrbio, voltei aos 59 kg, durante o período em que era militar. Mas era só descuidar um pouquinho da dieta para ver o ponteiro subir novamente. Cheguei a pesar 65 kg e, com esforço, voltei aos 60".
O problema só se agravou quando Poliana mudou de emprego e relaxou com os hábitos saudáveis. "Parei com os exercícios físicos, comecei a comer embutidos, enlatados, comida congelada e salgadinhos. Também passei a consumir bebida alcoólica". O desleixo com a aparência contribuiu no ganho de peso e fez com que ela chegasse aos 72 kg, momento em que parou de se pesar.
Nessa época, Poliana assumiu a postura de se esconder dos outros e de si mesma. "Se as roupas estavam justas, eu comprava outras mais largas. Se as fotos me incomodavam, parava de me deixar fotografar, principalmente, de corpo inteiro. E meu marido estava sempre ali, me apoiando". 

E foi justamente um comentário do marido que a fez "acordar" e perceber que ela estava com excesso de peso e a autoestima abalada. "Uma tarde, quando voltei chateada da casa dos meus pais, por causa das piadinhas de sempre, vindas dos meus irmãos que são magros, ele me disse: - Vem cá, eu te amo de qualquer jeito, para mim você vai ser sempre bonita, mesmo que esteja gorda". Ao ser chamada de "gorda", mesmo que delicadamente, Poliana viu que precisava mudar de vida e ir atrás de um corpo mais em forma e de uma maior qualidade de vida. "Eu estava com 77 kg! 12 kg acima do limite máximo para minha altura e quase 16 kg acima do que eu pesava quando me casei".
O momento da virada
Foi então que ela recebeu um email do Dieta & Saúde e resolveu assinar o programa de emagrecimento. No começo, ela reeducava sua alimentação por conta própria, enquanto se decidia se valia à pena ou não fazer a assinatura. "Sempre desconfiei dessas promessas de emagrecimento, principalmente, vindas de propagandas pela internet. Ainda mais depois de ver a Larissa que emagreceu 44 kg. Duvidei. 44 kg sem remédios e sem redução? Só acredito vendo!".
Em um mês de reeducação alimentar, Poliana emagreceu um quilo. Mas, ainda não tinha disposição para os exercícios físicos, pois lhe faltava fôlego até para caminhar. Foi quando ela resolveu assinar o programa. "No primeiro dia, o que achei mais interessante foi o contador de pontos. Essa ferramenta virtual facilita muito a nossa vida. Não precisamos anotar tudo no papel. Fiquei brincando no contador a noite toda".
E quando achou que os benefícios do programa se resumiam a praticidade do contador, Poliana descobriu os blogs da comunidade. Criou o seu e foi buscar inspiração nos blogs de outras assinantes. "Entrei no blog da Larissa, vi toda a sua trajetória, os momentos de dificuldade, de êxito. Acreditei na história e decidi que também emagreceria", conta ela.

depois

1 de 2

  • Foto da materia do caso de sucesso depois.
  • Foto da materia do caso de sucesso depois.
"O importante é estar preparado e saber que os obstáculos virão, mas que teremos forças e maturidade para enfrentá-los sem desespero"

Depois disso, Poliana se engajou na dieta e seguiu o plano à risca, e ainda aprendeu a usar as ferramentas do programa de forma muito inteligente. "No começo, passei a usar o contador de pontos diariamente, após cada refeição. Esse foi um erro, que logo percebi. Utilizar o contador apenas para somar os pontos do que consumiu não permite controlar os alimentos ou fazer substituições saudáveis. Eu acabava comendo muitas calorias no almoço e me desanimava com os poucos pontos que sobravam para o resto do dia. Cheguei à conclusão de que o correto seria mesmo planejar as refeições, como o programa recomenda".
Para Poliana, os blogs do Dieta e Saúde são fundamentais no processo de emagrecimento. "E o espaço em que encontramos histórias parecidas com a nossa e pessoas dispostas a nos apoiar de verdade. A cada vez que eu extrapolava o limite de pontos, me sentia frustrada e queria desistir, mas os amigos da comunidade estavam lá, prontos para me incentivar e me mostrar que é possível. Nas semanas em que eu engordei, o apoio que recebi de todas as pessoas da comunidade foi fundamental para que não desistisse do programa".  

Perdendo peso e melhorando a saúde
O maior obstáculo de Poliana foi conseguir controlar o hipotireoidismo e reconhecer que ela usava o descontrole hormonal como desculpa para se manter fora do peso saudável. "Eu percebi isso com uma semana de utilização do Dieta e Saúde, quando, ao seguir à risca o que determinava o programa, eu emagreci, mesmo com os hormônios descompensados".
Transposto esse obstáculo, veio a fase de aceitação. Poliana entendeu que sim, ela comia compulsivamente. E o problema não era a quantidade, mas a qualidade dos alimentos do seu cardápio: rosquinha, bolacha recheada, sorvete, enlatados e outros produtos industrializados, ricos em gorduras e pobres em nutrientes.  

Enxugando as medidas
Outra descoberta de Poliana foi o contador de exercícios do Dieta & Saúde. Com ele, Poliana pode ter a noção exata do quanto as atividades físicas fazem a diferença para alcançar a meta de peso. "Isso foi excelente para mim e percebi que, muitas vezes, pensamos que basta fazer exercícios para emagrecer. E não é bem assim. Entendi que 15 minutos na esteira só me permitem comer uma pêra, não o pomar inteiro. Às vezes, essa noção errada de que os exercícios são milagrosos é que nos impede de avançar na meta de peso".
Hoje, Poliana se sente feliz por conseguir voltar a correr. "Para mim, que passei pela situação de ficar ofegante ao subir um morro ou ao caminhar um pouco mais rápido, correr significa uma vitória, a recuperação da saúde e do condicionamento físico. Voltar a caber nas roupas é muito bom, assim como é gratificante ouvir elogios, poder ficar à vontade na frente do marido, mas voltar a correr não tem preço!".  

A reeducação fez tão bem para ela, que seu organismo passou a responder melhor à medicação para o hipotireoidismo, que foi reduzida de 150mg para 75 mg. "Ainda não posso dizer que enfrentei todos os obstáculos, o bichinho da compulsão vira e mexe cisma em querer me visitar. Mas, aprendi uma lição valiosa com as matérias do site, a comunidade, o apoio, para a vida toda: o importante não é só conseguir não sair da linha na dieta, o que importa mesmo é conseguir voltar a fazê-la quando os deslizes acontecem".
Vitoriosa, Poliana recuperou sua boa forma, a autoestima e deixa um conselho para aqueles que também querem vencer a batalha contra a balança: "O importante é estar preparado e saber que os obstáculos virão, mas que teremos forças e maturidade para enfrentá-los sem desespero. Essa, para mim, é a lição mais importante?", comemora ela, agora 15 quilos mais magra.  

Emagreça você também